Tesoura amiga

Rosto quadrado, redondo ou triangular, cada formato tem um corte de cabelo ideal. Saiba qual é o seu tipo e arrase no visual

Você achou o novo look da Taís Araújo lindo e correu para o salão para copiar, mas depois de algum tempo percebeu que o corte não ficou tão bem em você? Antes de seguir qualquer tendência da moda, na hora de passar a tesoura nas madeixas, fique atenta ao formato do seu rosto e ao tipo de fio para não se surpreender ao sair do salão.

A mulher deve levar em consideração a imagem que quer transmitir e qual é o tempo disponível para cuidar dos cabelos e fazer o penteado diariamente. De acordo com Nilson Almeida, hairstylist do Studio W do Shopping Higienópolis, em São Paulo, cortes retos transmitem a imagem de seriedade, o corte na diagonal cria um ar de mulher extrovertida e os cortes com camadas e ondulações dão um quê de sensualidade.

Emoldurando o rosto, o corte de cabelo adequado ajuda a suavizar a expressão e valoriza os traços femininos. Os cortes levemente desconectados ajudam a disfarçar o nariz grande ou estilo "batatinha". Se a testa for saliente deve-se usar franja reta. Já as franjas laterais longas diminuem o volume das bochechas e equilibram as feições.

O visagista Léo Rocha, do Veronezi Studio, no Rio de Janeiro, destaca um detalhe importante na escolha do comprimento certo. "Mulheres de baixa estatura devem evitar os cabelos longos, pois encurtam o corpo e dão a impressão de que a pessoa é menor. O ideal é optar por fios mais curtos e cortes em camadas e em dégradé."

Também é importante levar em consideração o tom de pele, as características físicas, o estilo adotado no dia-a-dia, a profissão, o estado civil e o gosto pessoal. "Um corte adequado reforça os pontos fortes e diz muito sobre a personalidade da mulher, pois através da nossa imagem transmitimos força ou fraqueza.", afirma Cláudia Araújo cabeleireira e colorista do Werner Coiffeur, no Rio de Janeiro.

O cabeleireiro Cristiano Veras, do Walter´s Coiffeur, ressalta a importância da ajuda de um profissional, como o visagista, para indicar o melhor corte, analisando o tipo de rosto, de fio e a facilidade para manter o penteado em casa.

O visagismo surgiu na década de 30 e analisa a cor dos olhos, da pele, o formato do rosto, a postura e os gestos, buscando harmonizar a estética com traços da personalidade. A aplicação da técnica é feita em penteados, corte e colorações de cabelos, design de sobrancelha, dicas de maquiagem e uso de acessórios.

Segundo os visagistas do Studio Ph Elton Doran Mattos e Tony Borba, vários fatores devem ser analisados, mas o estilo de vida é o principal deles. "A tendência da década é a personificação, é ser tratado e ser visto como único. Aliar a beleza interior com a estética é ser autêntico e esta autenticidade é a chave para a verdadeira realização em todas as áreas da vida. O que vale mesmo é ser feliz e a beleza é a chave desta felicidade.", afirmam os experts.

Qual o seu tipo?

Para analisar o formato do rosto, prenda os cabelos e observe as linhas verticais e horizontais no contorno da face, criando uma linha imaginária. Coloque o dedo na mandíbula e a partir deste ponto apóie um lápis na lateral do rosto. Siga pela linha de crescimento dos cabelos no topo da testa e observe o tamanho e a distância entre a testa, as bochechas, a boca, as sobrancelhas e o queixo.

Saiba qual o modelo do seu rosto e acerte na escolha do corte ideal para o seu tipo de cabelo:

Tipo de rosto

• Oval: É tido como o ideal de beleza e combina com uma grande variedade de cortes. É mais largo na região das maçãs do rosto e afina em direção ao queixo. Prefira cortes com formatos retangulares, longos e assimétricos, para criar um aspecto jovial e harmonizar com o formato do rosto. Esse tipo de rosto não precisa de franja longa, nem de fios desfiados em volta.

• Quadrado: Este rosto expressa força e dinamismo. A testa e o queixo são destacados e os ossos da bochecha são proeminentes. Evite usar linhas retas e cortes quadrados para não envelhecer a aparência. Prefira linhas onduladas e cortes ovais, com franjas longas e desfiadas, para acentuar as formas e ressaltar os aspectos marcantes. Os cabelos médios para longos são os que mais favorecem esse tipo de rosto.

• Triangular: O rosto triangular é uma característica das pessoas motivadas e dinâmicas. Aqui a testa é mais estreita e a há uma ampla linha do maxilar. Prefira cortes em camadas, ou com linhas longas e levemente onduladas em vez de linhas retangulares, largas e convexas. A franja é uma boa opção para harmonizar as linhas do rosto, tirando a impressão de que a testa é longa e curta. A melhor opção para o comprimento são os fios retos levemente desconectados nas pontas.

• Triangular invertido: Apresenta testa larga e linha do maxilar e queixo estreitas. Evite os mesmos cortes do rosto triangular, que são linhas retangulares, largas e convexas e abuse do volume na base para criar um efeito sensual. O corte desconectado é o ideal para esse tipo de rosto. É indicado acentuar as camadas ao redor da face para criar volume na parte inferior. A franja lateral também é uma boa opção.

• Redondo: Normalmente, as pessoas com este formato de rosto são resistentes a mudanças. O rosto não tem ângulos definidos e tende a ser mais largo na região das maçãs do rosto. Evite cortes muito curtos, como o chanel. Utilize corte em camadas e linhas triangulares e formas convexas e evite as linhas quadradas e cortes arredondados. Use e abuse de franjas, afinal, elas vão esconder a testa pequena e vão dar uma ilusão de que o seu rosto não é tão redondo assim.

Tipo de fio

• Lisos: Oferece ampla liberdade de criação. O corte pode variar dos curtos aos longos. É o tipo de cabelo ideal para o uso de franjas e para o corte desfiado e em camadas. Também fica bem com cortes retos ou totalmente assimétricos. Uma boa opção é o corte chanel.

• Cacheados: Valorize os cachos, desfiando o cabelo para criar um efeito de leveza. Prefira manter o comprimento sempre abaixo da linha dos ombros e opte por cortes retos, levemente desconectados nas pontas, para proporcionar mais movimento.

• Crespos: Adeqüe o corte com uma defrisagem ou amaciamento com linhas repicadas. Prefira cortes levemente desfiados.

• Volumosos: Neste caso, um corte com navalha é ideal para tirar o volume. Prefira cortes retos ou desconectados nas pontas.

• Sem volume: Abuse de cortes em camadas, desfie as pontas e faça um suporte para o permanente. O ideal é um corte em camadas texturizadas por todo o comprimento e uma franja lateral desconectada para os lados para dar a impressão de volume ao redor da cabeça.

Colaboraram:
• Nilson Almeida
• Léo Rocha
• Claudia Araújo
• Cristiano Veras
• Elton Doran Mattos e Tony Borba - Studio Ph
Tel.: (11) 5549-2995

Direto do Yahoo

Agora se você é como eu que gosta de testar vários tipos de cabelo ao mesmo tempo, use o Photoshop...

Ele é Blogueiro, Designer gráfico e Palestrante... Auditório, ele é bom ou não é?!?!?

COMPARTILHAR

POSTAGENS RELACIONADAS

Próxima
« Voltar
Anterior
Próxima »
A reprodução do conteúdo deste blog é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a sua fonte.
Todas as postagens aqui são linkadas.