Meu segundo grande amor: Tubaína

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Turbaína é uma marca de refrigerante regional pertencente à Ferráspari, empresa criada no ano 1932 em Jundiaí, interior paulista, com gosto semelhante ao tutti-frutti, muito parecido com o Guaraná, geralmente vendida em garrafas âmbar (a mesma da cerveja tradicional), nos dias atuais, são mais usadas garrafas feitas em PET. Tem sabor doce e refrescante.

A empresa mudou o nome para Turbaína, nome pelo qual o refrigerante ficou conhecido entre os moradores de Jundiaí.

Sua fama deve-se ao fato de, nas décadas de 40 e 50, os concorrentes pedirem autorização ao proprietário da marca para usarem o sufixo dela em seus produtos. Surgiram assim a Taubaína, a Itubaína, entre outras marcas.

O nome foi criado pelo italiano Pedro Pattini, e no início, foi utilizado como nome para as balas fabricadas por ele em seu início de carreira empresarial no Brasil. Quando começou a produzir refrigerantes, os mesmos herdaram o nome.

Devido ao custo baixo (cerca de 20% do valor de uma Coca-Cola), a Tubaína é muito popular no interior de São Paulo. Dentre as mais conhecidas temos: Tubaína Rainha (já extinta), Tubaína Conquista, Tubaina Funada, Frutty Bom, Simba, Don, Arco Iris, Cristalina, Estrela, Minada, São José, Itubaína (Schincariol), Tubaína Baré, Tubaina Bremer (também extinta) entre muitas outras.

O termo passou a designar, de maneira genérica, os refrigerantes mais baratos e populares, e é usado em todo o Brasil.

Ele é Blogueiro, Designer gráfico e Palestrante... Auditório, ele é bom ou não é?!?!?

COMPARTILHAR

POSTAGENS RELACIONADAS

Próxima
« Voltar
Anterior
Próxima »
A reprodução do conteúdo deste blog é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a sua fonte.
Todas as postagens aqui são linkadas.